GHC: a hora é de resistir e lutar para garantir direitos

O SERGS participou na última segunda, dia 8, de mais uma longa reunião para tentativa de negociação do acordo interno do GHC. Foram discutidos temas como licença para capacitação, férias-prêmio e vale-alimentação.

Infelizmente, não houve avanços e as entidades sindicais presentes na reunião saíram da reunião com indicativo de assembleia das categorias no próximo dia 18 de maio. Segundo o presidente do SERGS, Estevão Finger, este é o momento de mobilização total e pressão da classe trabalhadora sobre a administração do grupo. “A hora é de resistir e lutar”, enfatizou. 

Texto: Assessoria de Comunicação SERGS / Foto: Divulgação Aserghc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =