Diretoria | Sergs

Diretoria

Gestão do Sergs 2019/2022 – “Resistência!”

Presidente
Claudia Ribeiro da Cunha Franco – Pref. Municipal Eldorado do Sul

Vice-Presidente
Ismael Miranda da Rosa – FHGV – Sapucaia do Sul – Hospital São Camilo – Esteio

Secretaria Geral
Denize Gabriela Teixeira da Cruz – HBSC Farroupilha

Tesouraria:
Cristina Irene Kienzle – Hospital Nossa Senhora Conceição – GHC
Vera Lucia Martini Garcia – HSL PUC

Diretoria de Comunicação
Silvia Anadir Medeiros da Silva – Hospital Fêmina – GHC
Carolina Baltar Day – Hospital Fêmina – GHC

Diretoria de Cultura e Lazer
Daniela Moreira da Silva – Hospital Nossa Senhora Conceição – GHC

Diretoria de Patrimônio
Antônia da Silva – Aposentada

Diretoria de Relações com Movimentos Sociais
Junara Nascentes Ferreira – Hospital Fêmina – GHC

Diretoria de Saúde do Trabalhador
Inara Beatriz Amaral Ruas – Pref. Municipal Eldorado do Sul
Thaise Quartiero Trajano Wondrasek – Hospital Cristo Redentor – GHC

Diretoria de Interiorização
Erika Paula Pereira Oss – AFPS – Farroupilha
Adriane Callegari Lume – Prefeitura Município de Farroupilha

Diretoria de Formação Política e Pesquisa
Claudia Carina Conceição dos Santos – HCPA/POA

Diretoria de Assuntos Jurídicos
Vanessa Coletti Araújo – HBSC Farroupilha
Claudia da Silva – HC – São Leopoldo

Diretoria de Assuntos de Gênero, raça e Diversidade Sexual
Maria Lucia Pereira de Oliveira – HCPA – POA
Marcia da Silva Galarça – SMS Erechim

Conselho Fiscal
Rafael Cerva Mello – HNSC – GHC
Gabriela Nespolo Casenote – HCC – GHC
Patricia Hoffmann Carvalho
Claudia da Silva Stein – HNSC/UPA – GHC
Carlos Fussiger Luz – IMESF – POA
Salete de Jesus Souza Rizzatti – HUSM – Santa Maria

Conselho Fiscal
O SERGS possui um Conselho Fiscal, composto por três membros efetivos e três suplentes, que são eleitos junto com o restante da diretoria e tem como competência principal a fiscalização da gestão financeira.
Também são atribuições do Conselho:
Examinar os livros, registros e todos os documentos relativos à escrituração, emitindo pareceres às instâncias competentes do Sindicato;
Examinar o balancete mensal, bem como o balanço anual e de conclusão de mandato da Diretoria;
Emitir parecer e sugerir medidas sobre qualquer atividade econômica, financeira e contábil da entidade;
Comunicar à Diretoria qualquer irregularidade contábil e/ou financeira observada;
Propor medidas que visem à melhoria da situação financeira do sindicato.