SERGS presente em jornada que debate tuberculose e coinfecção com HIV

A diretora do SERGS e vice-presidente do CES-RS, Inara Ruas, estará participando nesta quinta (9), às 13h30, da jornada Tuberculose em Debate – Perspectivas para proteção e cuidado das populações vulneráveis à tubérculos e coinfecção TB-HIV. Inara estará ao lado de outros profissionais com atuação regional e nacional nos temas da tuberculose e da coinfecção com HIV.

O evento começou no último dia 2 de setembro e faz parte de uma jornada promovida pelo Comitê Estadual de Enfrentamento da Tuberculose do RS. O objetivo da jornada é proporcionar espaço de debate e proposições de alternativas para enfrentamento da tuberculose e da coinfecção tuberculose/HIV-Aids junto às populações mais afetadas por essas epidemias. A tuberculose é profundamente determinada pela desigualdade social e alguns grupos populacionais apresentam maior risco de adoecimento, como a população em situação de rua, população privada de liberdade, indígenas e pessoas vivendo com HIV/Aids.

O ponto forte do evento organizado pelo CEETB-RS é a ampla articulação com vários setores da sociedade, possibilitando que as populações mais afetadas pela doença protagonizem o debate e fortaleçam sua participação no enfrentamento da epidemia da tuberculose. A jornada conta com o apoio da Universidade de Santa Cruz do Sul, Secretaria Estadual da Saúde do RS, Secretaria do Trabalho e Assistência Social do RS, Conselho Estadual de Saúde do RS, Conselho Estadual de Assistência Social do RS, Conselho Estadual de Direitos Humanos do RS, Pastoral Carcerária, Movimento Nacional da População de Rua, Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre, Comitê de Atenção a Migrantes, Refugiados, Apátridas e Vítimas de Tráfico de Pessoas do RS, Fórum ONG Aids/RS, Associação de Travestis e Transexuais do RS, Fórum de Articulação para Tuberculose e Álcool RS, Associação dos Angolanos do RS, Quilombo Santa Luzia, Conselho Indigenista Missionário/CNBB, Secretaria Especial de Saúde Indígena.

Além do evento desta semana, acontecem mais dois painéis sobre tuberculose e população privada de liberdade (16/9) tuberculose e população em situação de rua (23/9) e tuberculose nas populações indígena, migrantes, refugiados, quilombolas e LGBTQI+ (30/9).

Mais informações e inscrições pelo link https://www.even3.com.br/tuberculoseemdebate/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + três =