SERGS alerta: a pandemia não acabou

O SERGS reitera a necessidade de enfermeiras(os) respeitarem as normas de prevenção vigentes para a contenção da Covid, não somente em seus momentos de trabalho, mas também nas horas de lazer, em atividades públicas.

“É nossa obrigação, enquanto profissionais da saúde, dar o exemplo”, avalia a presidenta do SERGS, Cláudia Franco, que pondera o surgimento de novas variantes como mais um risco neste momento de flexibilização.

Atitudes como da enfermeira Tatiana Razzolini Breyer, diretora-geral do Hospital Pronto Socorro (HPS), que participou sem máscara da motociata realizada pelo Presidente da República no sábado (10), são lamentáveis e desabonam a categoria.

Por isso, siga usando máscara, respeitando o distanciamento e a higienização das mãos em todos os momentos do seu dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dois =