Fórum Nacional da Enfermagem realiza audiência com senadora Zenaide Maia, responsável pela relatoria do PL 2564

Representantes do Fórum Nacional da Enfermagem tiveram audiência nesta sexta, dia 16, com a Senadora Zenaide Maia, relatora do Projeto de Lei 2564/2020 de autoria do Senador Fabiano Contarato, que institui o Piso Nacional de Enfermeiros, Técnicos, Auxiliares de Enfermagem.

A reunião foi agendada pelo Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Norte, estado de origem da Senadora. Participaram do encontro a primeira coordenadora do Fórum Nacional da Enfermagem, Neuza Freitas, a presidenta do sistema Cofen Betânia Maria Pereira dos Santos, a diretora da Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) Solange Caetano e a presidenta da Aben Sônia Acioli. Também acompanharam a reunião os presidentes do Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Norte (Sindern) Luciano Cavalcanti, do Coren-RN Manoel Egídio e da Aben-RN Sheila Saint Clair, representando as entidades potiguaras.

A senadora Zenaide Maia se mostrou sensível ao pleito das entidades. Como médica infectologista, afirmou defender o PL, por reconhecer como profissional da saúde a importância de toda categoria da enfermagem nas equipes de saúde, profissionais que estão em grande número e em sua grande maioria mulheres.

Os representantes das entidades explicaram à senadora que há urgência na aprovação deste Projeto de Lei, como forma de valorização de uma categoria que atua de forma incansável na defesa da vida e que durante os últimos meses tem estado na linha de frente, sujeita a todo tipo de esgotamento e adoecimento, com grande número de óbitos por conta da Covid. As entidades também lembraram que a aprovação de um piso é uma luta histórica e representa um marco na valorização dos profissionais, muito além de todos os aplausos já recebidos da sociedade.

Ao final da reunião foram deliberados alguns encaminhamentos, como uma reunião do Fórum Nacional da Enfermagem com o Senador Contarato, a realização de uma audiência pública com todos os demais senadores, e o encaminhamento de um parecer jurídico à relatora sobre a constitucionalidade do piso da enfermagem, o que deverá ser providenciado com a maior brevidade pelas entidades.

Brasília, 17 de abril de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 12 =