Infectologista fornece subsídios na mediação que trata da testagem dos profissionais

 

O SERGS participou de mais uma mediação realizada pelo TRT-4, nesta quinta, dia 13, entre entidades sindicais e representantes dos hospitais para tratar sobre a testagem dos profissionais da linha de frente da Covid-19. A mediação também contou com a participação de representantes do Coren-RS e do médico infectologista Ronaldo Hallal, para exposição sobre a COVID-19, seus efeitos e a importância de adoção de políticas de proteção dos trabalhadores da saúde, em especial no tocante às testagens de assintomáticos.

Segundo Hallal, esses(as) trabalhadores(as) estão mais expostos(as) que a população em geral, pois transitam em ambientes com maior carga viral e ainda sofrem com os outros fatores sociais de exposição (transporte público, condições de moradia e seguridade etc).  O especialista forneceu subsídios técnicos que vão auxiliar numa proposta de acordo e tomada de decisão na mediação entre entidades sindicais e a gestão das instituições.

A próxima sessão de mediação será no dia 20 de agosto para a ação específica do GHC e aguarda nova data para a mediação da ação movida pela CUT envolvendo os demais hospitais.  Os sindicatos esperam nesta data conquistar avanços protetivos mais efetivos para os(as) trabalhadores(as) da saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 7 =