Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher

 

A enfermagem tem papel importante na prevenção e combate à violência contra a mulher. São os(as) enfermeiros(as) que identificam os sinais de violência e fazem a acolhida das mulheres agredidas.

No dia 25 de novembro, data em que se registra o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher, o SERGS repudia qualquer forma de violência contra as mulheres.

O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial dos países com maiores taxas de feminicídios, crime em que a mulher é assassinada apenas por ser mulher.

Em 2018, foram registrados 1.206 casos de feminicídio no país, o que representa uma mulher assassinada a cada 8 horas. Também foram notificados mais de 260 mil casos de lesão corporal e 66 mil casos de violência sexual.

Do total de mulheres que sofreram violência, 76% disseram que o agressor era alguém conhecido e 43% passam por situações de violência diariamente.

Mas esses números são apenas do que é denunciado nas delegacias. É preciso coragem para denunciar a violência contra a mulher e os profissionais da Enfermagem são fundamentais para que este ciclo do silêncio seja rompido.

Buscando sempre a verdade. SERGS presente!

Texto: Jornalista Laura Glüer

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 10 =