SERGS participa de nova assembleia dos trabalhadores do GHC

O SERGS participou nesta quarta, dia 16, de assembleia com os(as) trabalhadores(as) do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), na capital, para tratar do novo acordo coletivo no grupo.  O presidente do sindicato, Estevão Finger, ressaltou as dificuldades encontradas nas tentativas de mediação de acordo realizadas no TRT e a postura intransigente e nada flexível da atual gestão pautada pelo governo federal, lembrando o contexto a reforma trabalhista e da previdência e seus reflexos em órgãos da gestão federal como o GHC. Também estiveram presentes no ato a diretora de assuntos jurídicos, Claudia Franco, a secretaria geral, Denize Gabriela Teixeira da Cruz, e o delegado sindical, Rafael Melo.

 As categorias presentes ouviram o relato de seus representantes, que somam uma força tarefa de cerca de 15 sindicatos, além da ASSERGHC, em negociação conjunta com a patronal. A gestão propõe aumento do vale-alimentação para R$ 13,00 e a extinção da licença capacitação e férias prêmio, duas conquistas históricas dos trabalhadores.

Sem apresentar justificativas, o GHC tem se mostrado irredutível nas negociações, o que rendeu críticas vindas do próprio desembargador do TRT e representantes do Ministério Público do Trabalho.

As categorias votaram por unanimidade o envio de uma nova proposta para a gestão que marca como percentual mínimo a reposição do vale-alimentação pelo INPC do período e as renegociações do plano de carreira, cargos e salários. Esta é uma forma de prorrogar as negociações, sem abrir mão das conquistas.

Um ofício deve ser encaminhado à gestão do GHC ainda esta semana e um novo ato com todos(as) trabalhadores(as) do grupo está marcada para o dia 29, em frente ao Hospital Cristo Redentor.

Texto e fotos: Assessoria de Comunicação SERGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 4 =