Greve Geral altera expediente do SERGS nesta sexta, dia 30

O SERGS informa que estará em adesão à Greve Geral nesta sexta, dia 30, e convida toda a Enfermagem para estar nas ruas, protestando contra as reformas, em defesa da aposentadoria e da CLT, e por Diretas Já.

Participe dos atos:

7h – Ato em frente ao Hospital de Pronto Socorro em favor da paralisação e contra o desmonte do atendimento na instituição, após concentração no Paço Municipal

12h – Concentração na esquina democrática e caminhada

 

O que mais vai parar:

1) A Justiça do Trabalho: O TRT da 4ª Região suspenderá nesta sexta-feira o expediente interno e externo de suas unidades administrativas e judiciárias, de 1º e 2º graus.

2) Ônibus de Porto Alegre: No transporte, o dirigente sindical da Carris, Alceu Weber, informou que, em reunião junto à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, os rodoviários definiram que haverá bloqueio em todas garagens em Porto Alegre e na Região Metropolitana.

3) Segurança Pública: As entidades realizarão um “ato conjunto da segurança”, a partir das 10h, em frente ao Palácio da Polícia, na avenida Ipiranga, em Porto Alegre. Conforme o presidente da Amapergs, Flávio Berneira, todos os agentes penitenciários estão sendo convocados para participarem da greve geral, não só em Porto Alegre, como no interior do Estado.

4) Comércio de Porto Alegre: Sindicato dos Empregados do Comércio de Porto Alegre (Sindec) comunicou sua adesão à greve geral nesta sexta-feira. Conforme o diretor de assuntos de Formação Sindical do Sindec, Marcelo Avencurt Furtado, “o Brasil vai parar” e, por essa razão, “as lojas não vão abrir”. A base do Sindec na Capital é formada por 90 mil trabalhadores.

5) Trensurb: Metroviários do Rio Grande do Sul discutiram, em plenária, na noite dessa quarta-feira, a decisão tomada em assembleia, ainda na semana passada, de aderir à greve geral desta sexta-feira, paralisando o Trensurb.

6) Bancos: O presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região, Everton Gimenis, confirmou que a categoria decidiu, em assembleia, aderir à greve geral convocada pelas centrais sindicais.

7) Escolas: O Cpers-Sindicato irá participar dos manifestos agendados para esta sexta-feira. Com isso, não haverá aulas na rede estadual.
Na rede municipal, o Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) também vai aderir à greve. Os professores prometer participar deste dia de mobilização.
A Direção do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS (Sinpro), por meio de votação online, deliberou por participar da greve.

Fonte: Correio do Povo de hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 13 =