SERGS protocola documento pedindo urgência na busca de alternativas para viabilizar HPB

O presidente do SERGS, Estevão Finger, e a secretária geral da entidade, Denize Cruz, protocolaram hoje na Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre documento onde solicitam urgência na busca de alternativas para viabilizar o funcionamento do hospital Parque Belém, tão necessário para a população. Abaixo a íntegra do documento protocolado. SERGS na luta !

À SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PORTO ALEGRE

Ref.: Hospital Parque Belém

Prezados Senhores:

                        O Sindicato dos Enfermeiros no Estado do RS – SERGS, representante em base estadual da categoria dos enfermeiros e enfermeiras, preocupado não apenas com os trabalhadores e trabalhadoras de sua base sindical, mas com a situação da população usuária do SUS – Sistema Único de Saúde, do qual é ferrenho defensor, vem solicitar providências urgentes da SMS POA em relação ao Hospital Parque Belém.

                        O SERGS já fez denuncias anteriores sobre a situação que o hospital vinha enfrentando e com relação as pautas trabalhistas temos atuado, porém existe a necessidade de que a SMS POA empreenda os mais urgentes esforços para que a população não seja alijada deste importante hospital e atendimento prestado, que já foi referência em traumatologia e neurologia.

                        Desde 2014 o hospital passa por problemas de recursos, e a situação se agravou devido aos conflitos estabelecidos entre as gestões da SMS e os gestores do HPB em detrimento da saúde dos usuários do SUS.

                        Esperamos providencias urgentes e imediatas, pois consta que o hospital detém maquinário e instalações que muito bem podem atender a população, e ver estes recursos ociosos é corroborar com a ineficiência que não se espera dos gestores públicos, ainda mais em um cenário de tanta necessidade dos usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =