Município de POA é condenado a pagar direitos de trabalhadores IMESF

Uma boa notícia para quem trabalhou no IMESF até 2013: o SERGS obteve uma vitória no processo coletivo do vale-alimentação contra o IMESF junto ao TRT. O município de Porto Alegre foi condenado a pagar, aos substituídos admitidos, até 31/12/13, diferenças das férias com 1/3, dos 13º salários, das horas extras, do adicional noturno e do FGTS pela integração do vale-alimentação à remuneração; e diferenças de aviso-prévio e da indenização compensatório do FGTS decorrentes da referida integração, aos substituídos despedidos no curso da ação ou que tenham sido despedidos nos dois anos anteriores ao seu ajuizamento.

A ação ainda é passível de recurso, mas representa um reconhecimento importante, na via judicial, dos direitos dos trabalhadores. Acompanhe mais informações pelo site e redes sociais do SERGS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 2 =