Hospital de Tramandaí: semana de definições para os(as) trabalhadores(as)

A próxima semana será de definições para os(as) trabalhadores do Hospital de Tramandaí. O SERGS participou recentemente de uma mediação no TRT-4 para tratar da rescisão do contrato com a Fundação de Saúde de Sapucaia do Sul para gestão do Hospital de Tramandaí e transição para uma nova administração, que ficará sob responsabilidade do Instituto Maria Schmitt de Desenvolvimento e Ensino, Assistência Social e Saúde do Cidadão (IMAS). A mediação, realizada no último dia 29, teve participação dos diretores Ismael Miranda da Rosa e Bruna Engelman, acompanhados pela assessoria jurídica do sindicato para o interior, advogado Jeverton Lima.

Segundo o governo do Estado, a transição de gestão foi amigável e os trabalhadores que atuavam junto à Fundação Sapucaia deverão ser aproveitados na nova gestão. Porém, não foi apresentado um planejamento de como serão pagas as parcelas rescisórias nas demissões.
Ao final da sessão de mediação, a Fundação se comprometeu a compartilhar com os sindicatos, até o dia 12 deste mês, um documento com o valor das rescisórias e proposta de parcelamento. A Fundação também se comprometeu a dar baixa nos contratos até esta data para fins de seguro-desemprego e saque do FGTS. Neste mesmo dia, às 17h, haverá uma nova sessão de mediação no TRT-4.

Atenção, colega:
O SERGS fará uma live com o Jurídico e todos os(as) interessados(as) neste caso na segunda (10), às 14h, pelo Facebook do SERGS. Acompanhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × 4 =