SERGS repudia injúria discriminatória praticada por médico contra enfermeira

Um episódio lamentável de xenofobia envolvendo uma enfermeira aconteceu na última segunda-feira (12), na cidade de Morro Reuter. Um médico chamou a colega enfermeira de “nordestina burra” e teve prisão em flagrante por injúria discriminatória. O fato aconteceu na Unidade Básica de Saúde do município e teve várias testemunhas.

O SERGS lamenta profundamente esse incidente vergonhoso de preconceito. Reitera que o espírito de equipe deve prevalecer nas equipes de saúde, com respeito à diversidade, em todas as suas frentes.

Em sua missão de defender as(os) trabalhadores enfermeiras(os), o sindicato está à disposição dessa colega e de todos(as) aqueles que se sentirem de alguma forma injuriados/assediados em seu ambiente de trabalho. Chega de segregação! A Enfermagem exige respeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × quatro =