São Lourenço do Sul: salários pagos, mas a pressão continua

Os salários de agosto foram pagos na Santa Casa de São Lourenço do Sul, em duas parcelas, 50% na última sexta (1) e o restante nesta quarta (6). A paralisação prevista para começar ontem foi suspensa, mas os trabalhadores permanecem em alerta. Os salários na instituição e as férias estão sendo pagos com atraso e de forma parcelada desde o início deste ano. Também estão atrasados os recolhimentos de FGTS e INSS.

O hospital tem 87 profissionais da enfermagem, sendo 20 enfermeiras (os). A atual administração vem sendo criticada pela falta de transparência na aplicação dos recursos. Uma assembleia das entidades que integram o Conselho do hospital está marcada para o próximo dia 15 para discutir a situação administrativa do hospital.

Segundo a enfermeira Catiane dos Santos Ferreira, que atua na instituição e integra a comissão que organiza o movimento dos trabalhadores, é urgente melhorias e a busca de fontes de financiamento, devido ao déficit financeiro. “A Santa Casa precisa continuar de portas abertas e os profissionais têm direitos e não podem trabalhar sem receber”, afirmou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − 19 =