Sexta-feira histórica de mobilização em defesa do Piso da Enfermagem no RS

A data de 9 de setembro já pode ser considerada mais um dia histórico na luta pelo Piso Salarial da Enfermagem. De norte a sul do país, enfermeiros(as) e técnicos(as) de enfermagem, entidades e apoiadores da causa realizaram atos em defesa da constitucionalidade do piso nacional e pela votação favorável no STF, onde tramita ação movida pelas entidades patronal.

No RS, vários atos aconteceram. Na capital, a concentração organizada pelo SERGS e Sindisaúde, CUT-RS e Feessers, aconteceu na frente da Santa Casa de Misericórdia, com a presença de mais de 200 profissionais da Enfermagem e apoio dos motoristas e pedestres qie passavam pelo local.

Mesmo com chuva, a Enfermagem mostrou sua garra. Além das bandeiras e faixas, muitos profissionais da Enfermagem usavam narizes de palhaço. Como afirmou a presidenta do SERGS, Cláudia Franco, “não somos palhaços de plantão, representamos mais de 2,7 milhões de trabalhadores, somos a alma dessas instituições e estamos em todos os momentos da vida das pessoas, trabalhando em equipe”.

A Secretária-Geral do SERGS, Inara Ruas, também vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, alertou sobre a importância de não cair em fake news e buscar fontes oficiais das entidades para obter informações fidedignas sobre o piso.

O diretor Ismael Miranda da Rosa, destacou que não se deve perder a união demonstrada nestes primeiros atos até que se pague o piso.  Já o diretor Rafael Cerva Melo complementou dizendo que o pagamento do piso à enfermagem é lei e precisa ser cumprido.

Por fim, toda a Enfermagem do RS foi conclamada a seguir mobilizada nos próximos dias, quando deve ser estender a votação do mérito no STF. Novos atos deverão ser chamados pelos sindicatos, fique atento(a) à programação pelos sites e redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

sete − 6 =