Caso IMESF: professor da UFRGS aponta impropriedades no acordo entre Prefeitura e entidades privadas

Neste texto, o professor Alcides Miranda, da área de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), traz uma série de justificativas sobre as impropriedades no acordo entre Prefeitura Municipal de Porto Alegre e entidades privadas para atenção primária na capital, que impactam diretamente no caso IMESF.

Confira o texto na íntegra

Arrazoado questao IMESF-1 (1)-PROF.ALCIDES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze − 5 =