Trabalhadores da Fundação Getúlio Vargas paralisam atividades a partir desta terça, dia 23, em Sapucaia | Sergs

Notícias

Trabalhadores da Fundação Getúlio Vargas paralisam atividades a partir desta terça, dia 23, em Sapucaia

Os trabalhadores da Fundação Hospital Getúlio Vargas, em Sapucaia do Sul, entram em greve por tempo indeterminado a partir das 8h de terça-feira. A paralisação se dá em virtude dos constantes atrasos salariais, não pagamento da segunda parcela do 13ª, não quitação de férias, morosidade para as negociações do acordo coletivo 2018, denúncias de assédio moral. O Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Rio Grande do Sul (Sergs) adotou todas as medidas legais, após assembleia da categoria que aprovou o movimento paredista.
O Sergs esteve reunido com a direção do hospital na sexta-feira, dia 19. Como não obteve nenhuma garantia para a solução dos problemas enfrentados. Por isso, optou-se pela greve. “Trata-se de uma situação bastante complicada a vivenciada pelos profissionais do hospital, que ao não receberem seus vencimentos têm prejuízo no pleno desempenho de suas funções, trazendo desmotivação e reflexo na assistência prestada aos usuários”, avalia o presidente Estevão Finger.

Assessoria de Comunicação SERGS

Compartilhe esta notícia