Sindicatos garantem pagamento parcial aos profissionais da Saúde de Canoas | Sergs

Notícias

Sindicatos garantem pagamento parcial aos profissionais da Saúde de Canoas

 
Audiência realizada hoje (05/12), na 4ª Vara do Trabalho de Canoas, garantiu que o prefeito vai repassar em torno de R$ 12 milhões ao GAMP, para pagar parte dos salários atrasados dos trabalhadores/as da saúde municipal. Essa medida é fruto da pressão do movimento sindical e apesar de não contemplar todas as reivindicações, como atrasos salariais, 13º, férias, FGTS e outros, já vai dar uma aliviada às centenas de funcionários/as que laboram no HU, HPS, UPAs e CAPS, até o próximo dia 10.

O Sindicato dos Enfermeiros do RS (SERGS); o Sindisaúde-RS; o Sindifars e o Sinttargs cobraram na audiência de mediação, que o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato e a presidenta do GAMP, Michele Rosin, viabilizassem recursos para o pagamento dos/as profissionais.

Estêvão Finger, disse que como o governo Sartori não está cumprindo com o repasse estadual aos municípios, “o intuito é fazer com a prefeitura de Canoas assuma para si as dívidas do GAMP com os/as trabalhadores da saúde e a administração do HU e do HPS”, avaliou o presidente do SERGS. Nessa quinta-feira (06) vai haver uma Assembleia Intersindical para que a categoria decida se vai aceitar ou não essa medida, ou se segue em greve.  Será em frente ao Hospital Universitário de Canoas, a partir das 20h.

Uma nova audiência ficou agendada para o próximo dia 07, às 8h, no Tribunal Regional do Trabalho, da 4ª Região (TRT-4), em Porto Alegre. O desembargador mediador responsável pelo pleito é o vice-presidente do TRT-4, Ricardo Carvalho Fraga.


Texto e foto: Assessoria de Comunicação SERGS

Juliana Leal Cardoso

Jornalista DRT-DF 10.947/05

Compartilhe esta notícia