SERGS participa de mediação no TRT e exige proposta para os trabalhadores do IMESF | Sergs

Notícias

SERGS participa de mediação no TRT e exige proposta para os trabalhadores do IMESF

O Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Sul (SERGS) participou de reunião de mediação na sede do Ministério Público do Trabalho da 4ª Região na manhã desta quinta, dia 1º, com a presença do Secretário de Saúde, Erno Harzheim, e do Secretário da Fazenda, Leonardo Busatto. O encontro ocorreu em razão da falta de repasses por parte do município e da ausência de acordo coletivo dos trabalhadores do Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF), assim como a redução sistemática de orçamento para a atenção básica na saúde pública municipal.

“A prefeitura não trouxe proposta alguma. Não comprovaram nada sobre o discurso da crise apresentado”, afirma o presidente Estevão Finger (foto abaixo). “Esse impasse precisa ser resolvido. A categoria tem sofrido com este descaso e desvalorização da atual gestão, que não fecha acordo e se recusa a fazer o repasse da inflação.”



Os representantes do município alegaram não ter recursos para ampliar o repasse ao Instituto. Mas a informação que foi rebatida pelos representantes sindicais. Em 2016, a Prefeitura deixou de repassar cerca de R$ 34 milhões ao IMESF, e em 2017, em torno de R$ 33 milhões. Já o orçamento do atual exercício está aquém do que o previsto nos últimos dois anos: são R$ 128,1 milhões para 2018, enquanto em 2017 foram previstos R$ 137 milhões e, em 2016, R$ 128,8 milhões. O IMESF é uma fundação pública de direito privado. Tem autonomia sobre o orçamento e o impacto financeiro sobre as demandas apresentadas pelos sindicatos não é tão relevante.

Os trabalhadores do IMESF estão sem Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) desde 2016. Uma nova reunião ficou marcada para dia 14 de março, às 15h. “Que no próximo encontro a gestão venha com uma proposta concreta e decente para o conjunto dos trabalhadores”, finaliza o presidente. Além de Finger, participaram da reunião a diretora Janice Lopes Schiar e o diretor Carlos Fussiger. Junto com o SERGS, estavam representantes do SindiSaúde-RS e Simers.

Fonte: Assessoria de Comunicação SERGS
1º/03/2018

Compartilhe esta notícia