Seminário debate os impactos das mudanças da legislação | Sergs

Notícias

Seminário debate os impactos das mudanças da legislação

O SERGS realizou na última sexta, dia 22, o seminário Reforma Trabalhista e Fórum Nacional da Enfermagem. Os principais temas tratados foram as negociações no novo cenário de Reforma Trabalhista, com a participação das advogadas Raquel Paese e Camila Azevedo;  os retrocessos e impactos diretos da reforma na vida do trabalhador(a), com ênfase nos direitos que foram suprimidos e/ou modificados sempre no sentido de redução, com explanação da advogada Mari Agazzi.


Os painéis sobre a reforma trouxeram elucidações em pontos como o acordado sobre o legislado, a tarifação desigual do dano moral, a dispensa de homologação de demissões pelos sindicatos e a redução da insalubridade, entre outros pontos.  “O Sindicato é um instrumento de proteção dos trabalhadores”, reforçou Mari.


O evento continuou com a retomada das lutas sindicais do SERGS nestes 45 anos, relatadas pelo enfermeiro Ricardo Haesbaert, que foi por muitos anos dirigente sindical. Ricardo comentou que a profissão está amadurecendo e que será preciso manter a articulação contra os retrocessos. Na sequência, o presidente do SERGS, Estevão Finger, também ressaltou a importância da sindicalização e da mobilização da categoria neste momento de retirada de direitos.


A diretora do SERGS e representante do CNTSS no Fórum Nacional da Enfermagem, Cláudia Franco, concluiu apresentando as principais bandeiras do fórum e os projetos de lei em tramitação em Brasília. Também reiterou o convite para a rearticulação do Fórum Gaúcho da Enfermagem, que acontece na segunda, dia 25, às 19h, na Assembleia Legislativa. “O RS será o primeiro estado brasileiro a organizar seu próprio fórum”.


Um dos momentos marcantes do dia foi a criação do comitê de coleta de assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular movimentado pela CUT para anular a Reforma Trabalhista. Assinaturas foram colhidas no seminário e, nas próximas semanas, enfermeiros(as) serão convidados a participar do abaixo-assinado nos locais de trabalho, nas visitas do SERGS com Você e na sede do sindicato.


Segundo Estevão, o seminário, que aconteceu no Sindibancários, foi um marco histórico na trajetória do sindicato e a discussão sobre os efeitos da Reforma Trabalhista deve se estender também pelo interior do Estado.


Texto e fotos: Assessoria de Comunicação SERGS

 


Compartilhe esta notícia