GHC: união das categorias e entidades sindicais frente aos retrocessos   | Sergs

Notícias

GHC: união das categorias e entidades sindicais frente aos retrocessos  

 

SERGS e demais sindicatos, em mobilização com a Aserghc, realizaram nesta terça-feira, dia 16, a primeira Assembleia Geral dos trabalhadores do GHC em 2018. Na pauta, estava a discussão sobre as medidas que a diretoria do GHC tem tentado impor para alterar e diminuir direitos do conjunto dos funcionários.

Por unanimidade, enfermeiros(as) e demais trabalhadoras e trabalhadores rejeitaram a proposta da gestão do complexo hospitalar e se posicionaram de forma favorável aos pontos de debate que os representantes da Aserghc e das entidades sindicais apresentaram para discutir coletivamente.

As condições para contratação de novos funcionários, a manutenção e valorização do sistema do banco de remanejo e a regulamentação do turno de 12×36 horas noturno (sem perda de direitos adquiridos), bem como o pagamento do adicional noturno a partir das 22 horas até o final do expediente de trabalho e as folgas mensais foram alguns dos temas debatidos.

Para Estevão Finger, presidente do SERGS, o saldo da assembleia foi muito positivo pois demonstrou a união das categorias profissionais que atuam no GHC e de suas entidades sindicais frente ao desrespeito que está havendo com a classe trabalhadora. Uma reunião com a direção do GHC para apresentação da contraproposta levantada em assembleia deve acontecer no próximo dia 19 de janeiro.

Texto: Assessoria de Comunicação SERGS / Foto: Divulgação Aserghc


Compartilhe esta notícia