Acordo Coletivo IMESF: Nova audiência de negociação aconteceu quinta-feira (25/04) | Sergs

Notícias

Acordo Coletivo IMESF: Nova audiência de negociação aconteceu quinta-feira (25/04)

Durante quase três anos não houve acordo coletivo e o salário dos servidores do IMESF não sofreu reparação. Ou seja, o último ajuste salarial ocorreu em 2016, quando o reajustamento foi parcelado, causando perda aos trabalhadores e às trabalhadoras. Em 2017 e 2018 não houve reajuste. Nesse sentido, a não concretização das demandas para a categoria gerou os movimentos paredistas de 2018. Além disso, também houve a notícia que a Prefeitura tinha a intenção de retirar 10% do salário-base dos trabalhadores, o que não se efetivou por conta da organização da categoria.


Na quinta-feira (25/04) aconteceu uma audiência de retomada das negociações após a greve. Apesar da mesa de negociação, não existe uma efetividade para um reajustamento no ano de 2019. Por esse motivo, o SERGS aponta que em breve deve ocorrer uma Assembleia com os trabalhadores e as trabalhadoras. “A participação dos funcionários nesse momento é muito importante, pois será nesse momento que vamos juntos decidir os rumos do movimento”, apontou Estêvão Finger, presidente do SERGS. O chamamento para participação da Assembleia será divulgado no Facebook e site do Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Rio Grande do Sul. Acompanhe.



Abaixo veja uma linha do tempo com os principais fatos:


2018
JULHO
12 – Em Assembleia, categoria decide pela paralisação, no dia 18
18 – Paralisação dos funcionários do IMESF. A paralisação tem adesão de funcionários de 73 postos de saúde da capital.
24 – Em Assembleia Geral, a categoria decide por greve em tempo indeterminado a partir do dia 31. Os motivos da greve são a ameaça de retirada da gratificação que representa 10% dos vencimentos dos funcionários na área da saúde, a falta de reajuste e a volta do parcelamento de salários do municipários.
31 – Início da greve – servidores municipais de POA ligados ao SIMPA e ao IMESF fazem greves juntos pela primeira vez na história.


AGOSTO
01 – VITÓRIA DA MOBILIZAÇÃO DOS TRABALHADORES: É firmado acordo entre servidores e IMESF com a mediação do TRT4. É garantido a manutenção dos 10% sobre o salário-base e irredutibilidade dos vencimentos. A prefeitura também se compromete com a negociação do ajuste salarial, até outubro. Os servidores permanecem em estado de greve.


DEZEMBRO
07 – SERGS cobra o reajuste salarial dos trabalhadores do IMESF.


2019
MARÇO
20 – Assembleia Geral com enfermeiros do IMESF: enfermeiros e enfermeiras aprovam pauta de reivindicação para 2019.
25 – Nova audiência de mediação, no TRT.


MAIO
16 – Nova audiência de mediação com IMESF, às 9h.


Compartilhe esta notícia