Enfermeiras(os) farão mobilização com paralisação de atividades!

Quando, no domingo (04/09), as categorias e as entidades da enfermagem tomaram ciência da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, em suspender o piso salarial nacional da enfermagem, reuniões foram realizadas para deliberar a organização de uma mobilização nacional. Diante do desrespeito aos profissionais, a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), publicará, no dia 08/09, o edital de convocação de assembleias para deliberação de paralisação de atividades no dia 19.

“Após o lançamento do edital, os sindicatos deverão realizar assembleias com suas bases estaduais para definir se aderem ou não à paralisação do dia 19. O Fórum Nacional da Enfermagem também fará mobilização no dia 09/09 e durante a reunião os sindicatos estaduais de enfermeiros aceitaram aderir esse movimento também”, disse a presidenta da FNE, Shirley Morales.

Ainda sobre o encontro ocorrido, nesta segunda-feira (05/09), a presidenta da FNE acrescentou. “Nesta reunião com os sindicatos dos enfermeiros de todo o país, e seus assessores jurídicos, ficou deliberado que a FNE protocolaria um documento (memorial) com todo embasamento sobre o que foi colocado no despacho do ministro, inclusive, trazendo para o STF o estudo de impacto financeiro já realizado pelo Dieese sob a encomenda da própria FNE e seus sindicatos; documentos aprovados pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e Câmara dos Deputados Federais”, explicou Shirley Morales.

Outro ponto que a presidenta da FNE criticou foi a decisão monocrática, proferida por Barroso, que não considerou os debates já realizados sobre impacto econômico e nem tampouco foram ouvidas as argumentações dos representantes de trabalhadores. Sobre a decisão de Barroso, o plenário do STF marcou para que nesta sexta-feira (09) fosse iniciada audiência para avaliar a manutenção ou não da decisão do Ministro Barroso. Vale ressaltar que essa audiência ainda não tratará do mérito da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 7222.

Também foi deliberado que a FNE reforçasse o pedido de admissão da entidade como Amicus Curiae (Amigos da Corte) na ADI para que as entidades da
enfermagem também sejam ouvidas.

Fonte: Ascom FNE
O SERGS informa que vai aderir a mobilização da próxima sexta-feira (09/09).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 + 17 =