Descaso com a pesquisa em saúde é mais um dos vértices da crise que vivemos

A notícia recente da descontinuidade de vários cursos de pós-graduação da Unisinos, incluindo o de Enfermagem e Saúde Coletiva, é mais um triste exemplo da situação da educação e da pesquisa no Brasil dos dias de hoje. Assim como combatemos o EaD na saúde na graduação e nos cursos técnicos, o SERGS também se manifesta de forma contrária ao sucateamento na educação e na pesquisa, que infelizmente está ocorrendo nas instituições federais e privadas.

“É lamentável o descaso do atual governo nessa área, com redução de financiamento público para projetos de pesquisa e bolsas de mestrado e doutorado”, observa a presidenta do SERGS, Cláudia Franco. Na área da pesquisa em Enfermagem e Saúde Coletiva, importantes estudos foram realizados contribuindo tanto para a formação de novos profissionais, quanto para a melhoria das práticas nos locais de trabalho e no atendimento da população.

Além disso, o SERGS luta para que as Convenções Coletivas tenham garantidas em suas cláusulas o apoio à educação continuada de enfermeiros(as) e o fechamento de espaços de formação limita o acesso destes profissionais ao ensino e pesquisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis − três =