SERGS na defesa da manutenção das Varas do Trabalho no interior

O SERGS se soma a outros sindicatos e à OAB e Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas (AGETRA) de forma contrária à extinção de varas trabalhistas no país.

No RS, a medida afetará nove cidades do interior, dificultando o acesso de advogados, sindicatos e seus representados. No Brasil, a previsão é extinguir 69 varas.

A OAB já se manifestou em nota que a Justiça do Trabalho atende aqueles que mais necessitam e precisa, portanto, de capilaridade. A AGETRA, segundo o Diretor de Valorização Profissional e assessor jurídico do SERGS, Saulo Oliveira do Nascimento, destaca que a decisão dificulta e impede ainda mais o acesso à Justiça, principalmente após a Reforma Trabalhista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × três =