Entidades da enfermagem intensificam movimento pela aprovação do PL 2564

Com a retomada dos trabalhos no Legislativo Federal, em Brasília, mais uma vez se intensifica a mobilização das entidades nacionais da Enfermagem pela aprovação do PL2664 ainda em 2022. O Grupo de Trabalho criado na Câmara dos Deputados para examinar o impacto orçamentário-financeiro advindo da implementação de pisos salariais fixados no Projeto de Lei já teve sua primeira reunião e reúne-se novamente nesta terça (8).

O relator dos trabalhos é o deputado federal Alexandre Padilha (PT). O grupo conta também com os(as) deputados(as) Alice Portugal (PCdoB); Carla Dickson (PROS); Célio Studart (PV); Felipe Rigoni (PSB); Jandira Feghali (PCdoB); Jorge Solla (PT); Mauro Nazif (PSB); Pedro Westphalen (PP); Zacarias Calil (DEM) e Carmem Zanotto (Cidadania).

Na reunião desta semana, as entidades estarão apresentando o número de profissionais impactados com o PL e impacto financeiro das entidades da enfermagem. Estarão presentes sete entidades da enfermagem que irão estar presentes: Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE); Conselho Federal de Enfermagem (COFEN); Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS); Confederação Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social (CNTSS); Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn); Associação Nacional de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (ANATEN) e a Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem (ENEENF).

O SERGS chama a categoria para se manter unida e mobilizada, acompanhando os movimentos pela aprovação do PL 2564. Trata-se de uma bandeira antiga da enfermagem e, mesmo não sendo o piso ideal e desvinculando das 30h, é importante que seja aprovado.

#aprovapl2564 

#valorizaaenfermagem 

#pisosalarialenfermagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco + nove =