Trabalhadores GHC querem amplo debate sobre a proposta de um banco de remanejo

Em assembleia realizada na quinta (20), trabalhadores(as) de várias categorias vinculadas ao Grupo Hospitalar Conceição aprovaram um plano de lutas pelo banco de remanejo e atendimento de saúde na instituição. O formulário eletrônico disponibilizado ao término da assembleia teve 96% de votos favoráveis à proposta dos sindicatos de iniciar uma mobilização sobre esses temas. A mobilização já começa na segunda (24), às 14h com entrega de um documento formal à direção do GHC, com as reivindicações das categorias. E na segunda (31) está previsto um ato de avaliação da resposta institucional e de luta, com programação ainda a definir.

Na assembleia transmitida pela página do Sindisaúde-RS, vários dirigentes sindicais se manifestaram em relação aos absurdos que estão ocorrendo nos últimos anos. A presidenta do SERGS, Cláudia Franco, lembrou que nenhuma proposta foi apresentada pelo GHC, nem tampouco discutida com os sindicatos. “Precisamos saber que critérios serão adotados para os remanejos, se haverá uma lista pública ou se prevalecerão favoritismos”, analisou.

Cláudia também disse aos colegas que é preciso parar de levantar falsas informações na rádio corredor e que a assembleia existe justamente para haver um momento de definição de um plano de lutas conjunto.

Vale ressaltar que nenhuma entidade sindical participante da assembleia recebeu formalmente qualquer proposta em relação ao banco de remanejos por parte da gestão do GHC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

13 − 5 =