Vereador Jonas Reis promove debate resgatando história e importância do SERGS

O gabinete do vereador de Porto Alegre Jonas Reis realizou nesta terça, dia 7, uma live especial de resgate histórico das lutas da enfermagem no RS, em homenagem aos 49 anos do SERGS. Foram convidados para participar do debate a atual presidenta do SERGS, Cláudia Franco, e os ex-presidentes Nelci Dias, Antônio Tolla e Estevão Finger.

A live exaltou a história da entidade – primeiro sindicato de enfermeiros do Brasil – e suas principais bandeiras desde os primeiros anos de atuação sindical.

Nelci Dias, presidente em três gestões, lembrou que a luta pelas 30h de jornada e pelo piso salarial acompanha o SERGS em sua caminhada e falou sobre a importância da categoria reconhecer a legitimidade do seu sindicato.

Antônio Tolla, ex-presidente e hoje conselheiro no Coren-RS, também resgatou sua história como dirigente sindical e lamentou as investidas dos últimos governos em promover o desmonte do SUS e restringir a atuação dos sindicatos. Destacou, porém, que os sindicatos resistem e que hoje, em sua atuação pelo Coren, tem procurado orientar enfermeiras(os) a procurarem o SERGS, valorizando a atuação desta entidade.

Estevão Finger, presidente do SERGS até 2019, lembrou das lutas recentes contra a privatização da saúde, na cidade de Porto Alegre. “O sindicato é um instrumento de resistência e luta, em defesa do SUS, da democracia e da cidadania”, comentou Estevão, convidando as(os) colegas ainda não sindicalizados para se somarem às lutas.

A atual presidenta Cláudia Franco fez o fechamento das falas. Em tom emocionado, resgatou o papel do sindicato e a importância de cada liderança que a antecedeu. Disse que é preciso seguir avançando na conquista de direitos, mas que isso só será possível com a adesão de mais enfermeiras(os).

“Não podemos abrir mão de nossas lutas históricas. As 30 horas não são apenas um desejo da enfermagem. É uma carga horária preconizada pela Organização Mundial da Saúde que é benéfica a quem trabalha e à população”, sentenciou, em alusão à votação do PL 2564.

Cláudia também convidou os ex-presidentes e representantes das Câmaras Municipais e Legislativo Estadual para apoiarem e se somarem às comemorações pelos 50 anos do SERGS, em 2022, com a missão de eternizar a história do sindicato. “Essa é uma história muito bonita, feita a muitas mãos, com avanços nas relações trabalhistas que vão além da CLT, garantidos sempre em mesas de negociação. O próximo ano será marcado por muitas lutas, mas também pela comemoração por esse marco tão importante na história da enfermagem gaúcha”, finalizou.

O vereador Jonas Reis reforçou ao final a importância do resgate histórico feito durante o debate, a emancipação dos trabalhadores a partir da luta sindical e colocou mais uma vez seu mandato a serviço da enfermagem, prometendo total apoio às comemorações pelo cinquentenário do SERGS.

Acesse aqui o vídeo da live na íntegra!

Este foi o primeiro evento promovido após o 49º aniversário do SERGS, já na contagem regressiva para os 50 anos do SERGS. Até novembro de 2022, a programação deve ser intensa, na capital e no interior. O SERGS está aberto a convites e organizando também sua programação, que será divulgada em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − quinze =