Piso Salarial: chega de iludir a categoria. Movimento sindical precisa ser ouvido

O SERGS tem acompanhado de perto todos os movimentos referentes à luta pela aprovação do PL2564/2020, que trata do Piso Salarial da Enfermagem, juntamente com outras entidades que integram o Fórum Nacional da Enfermagem. Nos últimos dias, trouxe preocupação aos sindicatos, a realização de reuniões sem a presença de representantes do movimento sindicalque é o legítimo articulador de qualquer pauta que envolva salários para a categoria.

Desde então, os sindicatos têm cobrado das demais entidades e do Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, uma posição sobre o tema, na tentativa de dar legitimidade a qualquer processo de diálogo. É importante que cada entidade cumpra seu papel dentro de sua esfera de atuação.

Nesta quinta (26), após reunião no Senado Federal, com a presença de Rodrigo Pacheco, do autor do PL2564, Fabiano Contarato, e de sua relatora Zenaide Maia, foi produzida uma nota pública sobre o assunto, assinada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS), a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Saúde (CNTS) e a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE). No texto, as presidências das três entidades informam a categoria sobre os encaminhamentos estabelecidos e reiteram à crítica a qualquer tentativa de acordo, sem participação dos sindicatos. Leia aqui a íntegra do documento.

NOTA PÚBLICA CNTS, FNE e CNTSS (1)

É preciso discutir a pauta com quem defende as questões trabalhistas. A categoria não pode mais ser iludida com promessas vazias, de políticos e representantes de entidades que estão fugindo de seu foco de atuação e invadindo o espaço dos sindicatos.

Os sindicatos da enfermagem são totalmente contrários a qualquer manobra de negociar em nome da categoria o chamado “piso ético da enfermagem”, que não tem valor nem efetividade. O movimento sindical também não chancela a consulta pública que está sendo feita de forma arbitrária e paralela.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =