Correção do FGTS prestes a ser julgada, sete anos depois

Todos(as) enfermeiros(as) do RS poderão ser beneficiados com essa decisão

 

A ação coletiva ajuizada pelo SERGS e demais sindicatos contra a Caixa Econômica Federal para correção dos depósitos de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos trabalhadores, para recompor as perdas da Taxa Referencial (TR), deverá ser julgada neste mês de maio, sete anos após o ingresso da ação, em 2014.
As ações coletivas têm por objetivo buscar as diferenças decorrentes da aplicação, de janeiro de 1999 em diante, do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) como índice de atualização dos depósitos vinculados (ou outro índice que a Justiça entenda como correto), em substituição à TR.
O tema aguarda definição do Supremo Tribunal Federal – STF. Acompanhe o andamento da ação no site e redes sociais do SERGS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − onze =