Dia das mulheres guerreiras

Dia 8 de março, dia das mulheres… e nesse último ano, muitas delas mostraram ainda mais a sua força e a sua garra. Essas guerreiras, por muitas vezes vaidosas, tiraram o batom dos lábios, vestiram suas armaduras e foram para o fronte de batalha. Uma batalha que foi e é um desafio diário, uma doença que tem a capacidade de se modificar ao longo dessa guerra.

Nos qualificamos ainda mais para lutar na defesa daqueles que cuidamos. Vimos mulheres em destaque nessa pandemia, ganhando visibilidade na grande mídia e mais que isso, sendo referência, reafirmando que as mulheres são tão qualificadas e competentes como os homens. Que lugar de mulher é onde ela quiser.

Aprendemos também a sorrir com nossos olhos, porque somos assim… descobrimos maneiras de driblar os obstáculos, de buscar amenizar até o pior cenário que já vivemos em nossas vidas.

Choramos cada baixa nessa guerra, porque nos solidarizamos com o outro, porque sabemos que o amor de alguém não vai mais voltar pra casa e isso dói dentro do peito de cada uma de nós.

Dia 8 de março não é dia para dar presentes, mas para sermos presente cada vez mais na sociedade onde vivemos, de ocupamos os espaços de representação e decisão. Somos mais da metade da população e o mundo precisa ouvir nossa voz.

Mulheres! Empoderem-se cada vez mais. Vocês são capazes de fazer absolutamente tudo aquilo que se propuserem a realizar

 

Cláudia Silva

Enfermeira, Mulher, Diretora na atual gestão e Ex-presidente do SERGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 11 =