Lockdown já!!! SERGS clama ao MP

Essa é única medida para salvar vidas no atual cenário

Como entidade que defende enfermeiras(os) e demais profissionais das equipes de saúde e, com o compromisso social de zelar pela saúde pública, o SERGS anuncia seu posicionamento favorável ao lockdown no Estado do RS, como medida extrema diante do agravamento do quadro da Covid.

Estamos em situação de colapso nos grandes hospitais, faltando equipamentos e profissionais. As equipes estão no limite da exaustão. Conforme mensagem da presidente do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Nadine Clausell, “começam a faltar respiradores”. Para Nadine, as atuais medidas tomadas com a Bandeira Preta podem ainda estar sendo brandas para conter a ferocidade da doença, dando ideias contrárias quanto ao distanciamento.

Neste momento ímpar do nosso país e estado, da maior gravidade sanitária, precisamos de medidas enérgicas para continuar na luta diária para salvar VIDAS. A economia certamente será impactada e por isso defendemos a continuidade do Auxílio Emergencial.

Entendemos que esta é uma situação de exceção. Acima de qualquer divergência, todos devem se unir no combate ao vírus e na defesa da vacinação ampla de toda a população. “Tem que fechar tudo para conter o vírus, a população infelizmente não está vendo a gravidade da situação neste momento”, afirma Cláudia Franco, presidenta do SERGS.

 

Pedido entregue ao MP

Na última sexta, dia 5, o SERGS encaminhou pedido de lockdown ao Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Fabiano Dallazen, juntamente com outras entidades que representam trabalhadores da saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =