TRT-4 faz proposta de testes para covid-19 de trabalhadores da saúde sintomáticos e contatantes

 

Em nova mediação realizada por videoconferência, na tarde desta terça-feira (25), a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4), Ana Luiza Heineck Kruse, apresentou uma proposta para as federações patronais, que representam hospitais públicos, privados e filantrópicos no Rio Grande do Sul, para que todos os trabalhadores sintomáticos e os respectivos contatantes sejam testados para Covid-19.

A magistrada fixou prazo até o próximo dia 2 de setembro, a fim de que os representantes patronais especifiquem a proposta, estabelecendo como serão identificados os trabalhadores sintomáticos e seus contatantes em cada setor de trabalho, para que seja feita uma análise do que efetivamente será praticado em cada uma das unidades hospitalares.

Após o envio para o TRT-4, a proposta será avaliada pelas entidades dos trabalhadores até a nova reunião, agendada para o dia 3 de setembro, às 14h.

A mediação é resultado de uma ação judicial movida pela CUT-RS e Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do RS (Feessers), com o apoio do SERGS, Coren-RS e Sindisaúdes filiados, pedindo a testagem de todos os trabalhadores da saúde no Estado.

Para Cláudia Franco, presidente do SERGS, surpreende a alegação de falta de recursos financeiros para a testagem pelos representantes patronais. “Já foi uma luta para conseguir o fornecimento de EPIs e agora eles também ganham tempo na questão da testagem”, comenta. Para ela, uma política de testagem ajudaria a prevenir surtos dentro dos hospitais, reduzindo a exposição ao vírus nas equipes e também junto a pacientes e pessoas que circulam nos hospitais.

 

Fonte: Feessers/CUT-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + três =