Prefeitura de POA será obrigada a testar servidores para Covid

 

SERGS comemora derrubada do veto na Câmara e luta para que a testagem aconteça nos demais grandes hospitais do Estado

Os vereadores de Porto Alegre derrubaram o veto do Prefeito Nelson Marchezan Jr para o projeto que garante a testagem seriada quinzenal para os servidores do município. De autoria do vereador Aldacir Oliboni, o projeto contempla todos os profissionais da saúde e demais trabalhadores essenciais da capital, bem como moradores de rua, famílias em situação de vulnerabilidade social, idosos e portadores de doenças crônicas.

A derrubada do veto por 24 votos favoráveis e 4 contrários, demonstra a preocupação da maioria da Câmara com a testagem em massa. Como afirma Cláudia Franco, presidenta do SERGS, é somente com a testagem que se combaterá a subnotificação, podendo a partir daí estabelecer políticas claras de contingência à pandemia em Porto Alegre e em todo o Estado. “Sabemos que 118 mil testes foram comprados e somente 10 mil aplicados até o momento”, critica Cláudia.

O Projeto de Lei recebeu o nome do servidor municipal Benedito Saldanha, falecido recentemente com a Covid-19, que não teve a oportunidade de ser testado.

“Esperamos agora que essa lei seja cumprida e que a testagem seriada periódica dos profissionais da saúde aconteça também nos grandes hospitais do Estado, luta que o SERGS está travando com as demais entidades de trabalhadores, na via judicial”, conclui Cláudia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + sete =