Sindicatos ajuízam ação contra demissões no IMESF

 

Os sindicatos que representam as categorias vinculadas ao Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF) ajuízam nesta quarta (18) ação contra as demissões de trabalhadores ocorridas a partir desta data. A ação é movida pela assessoria jurídica do SERGS, Sindisaúde, SOERGS e Sindacs.

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Sul, Cláudia Franco, salientou que os sindicatos conseguiram ganhar a batalha contra as rescisões até o momento e seguirão na luta. “O prefeito Marchezan anunciou as demissões no dia 18 de setembro e os primeiros desligamentos estão acontecendo somente agora, dois meses depois, graças à nossa mobilização e enfrentamento”, disse.

A Prefeitura usa como justificativa para as demissões a inconstitucionalidade do IMESF pelo STF, ação que ainda não teve trânsito em julgado. Nos últimos dois meses, foi criado um grande impasse em torno desta questão, com o anúncio da demissão de 1.840 profissionais do instituto e a realização de várias audiências com a mediação do TRT e envolvimento direto das entidades sindicais, Câmara de Vereadores, Ministério Público.

Além da ação na justiça, os sindicatos realizaram um protesto na Câmara de Vereadores de Porto Alegre nesta quarta, dia 18.

Nesta quinta, dia 19, às 8h, está programado um novo ato em frente à Prefeitura Municipal. Os sindicatos estão convocando todos aqueles que receberam aviso prévio. “Agora é hora de fechar os postos e ir para a rua protestar”, complementou o presidente do Sindisaúde, Júlio Jansen.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 10 =