Trabalhadores(as) aprovam proposta no GHC

A Assembleia Geral Extraordinária convocada para a tarde desta quarta-feira, dia 11, mobilizou dezenas de trabalhadores do Grupo Hospitalar Conceição em frente a sede administrativa para deliberar a respeito da nova proposta de acordo coletivo do Banco de Horas do GHC. Na ocasião representantes sindicais tiveram a palavra e relataram todas as dificuldades enfrentadas durante as negociações com a patronal.

?Os trabalhadores puderam ter um panorama de como as negociações ocorreram antes que pudessem avaliar concretamente a proposta. Em um primeiro momento, a proposta havia sido negado pelas categorias presentes em assembleia até que a proposta pudesse ser uma vez mais negociada. Dessa vez com mais avanços, os profissionais, agora presentes em maior número, votaram pela sua aprovação.

?Entre os pontos estão: regime 12X36 de 4 trocas por mês, possibilidade de realizar dois turnos de trabalho consecutivos até duas vezes por semana e folga prêmio para o mês de dezembro, janeiro ou fevereiro, além da manutenção do banco de horas. Com isso o acordo deve valer para os trabalhadores a partir do próximo ano, ao mesmo tempo que a convenção do Sindihospa (que assegurava manutenção do Banco de Horas) permanece vigente até maio de 2020.

?Estiveram presentes na assembleia a presidenta do SERGS, Cláudia Franco, o vice-presidente Ismael da Rosa e os diretores Denise Cruz, Silvia Medeiros, Carolina Day, Thaise Wondrasek e os conselheiros Rafael Cerva e Gabriela Nespolo Casenote.

Em nome do SERGS, a diretora Silvia Medeiros, que trabalha há 17 anos no Hospital Fêmina, do GHC, se manifestou sobre a importância do sindicato, da luta em coletivo. “Galhos de uma árvore são mais difíceis de quebrar quando estão juntos”, comparou.

 

Texto e fotos: Jornalista Bruno Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dez =