SERGS presente em discussão sobre Controle Social do SUS na UFSCPA

A Liga de Estudantes do curso de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Ciências da Saúde (UFSCPA) realizou a 4ª edição do evento Entendendo o SUS: Controle Social, na segunda, dia 21.

O evento teve a presença do médico sanitarista, Alcides Miranda, coordenador dos cursos de Graduação e Pós Graduação  da UFRGS de Saúde Coletiva; Andrea Villas Boas Melo, graduanda em Saúde Coletiva na UFRGS e membro do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre e o Coordenador do Curso Gestão em Saúde  da UFCSPA e da Liga da Saúde Coletiva da UFCSPA, professor Rafael Caballero. O SERGS foi representado por suas diretoras Inara Ruas ( Saúde do Trabalhador)  e Maria Lúcia de Oliveira ( Assuntos de Gênero, Raça e Diversidade Sexual).

No debate, os participantes da mesa convidaram os presentes a uma reflexão sobre democracia participativa e representativa, legimitação de políticas públicas e a importância de espaços como Conselhos e Conferências de Saúde.  Temas como terceirização e gestão em saúde, complementaridade do SUS e participação do usuário também entraram na discussão.

“A atenção básica não é cesta básica de procedimentos. Pensar desta forma atende somente à mercantilização da saúde”, afirmou o médico Alcides. O painelista também lembrou que nenhuma conquista social foi obtida sem luta.

A diretora do SERGS, Inara Ruas, trouxe em sua fala experiências pessoais do seu dia a dia no SUS e enfatizou a importância da luta sindical. Abordou também a Carteira de Serviços em Atenção Primária (lançada pelo Ministério da Saúde em agosto/2019), e a PL 112/2016, de autoria do Deputado Estadual Valdeci Oliveira, que fere a Lei do Exercício Profissional da Enfermagem e abre espaço para a privatização do SUS.

 

Buscando sempre a verdade. SERGS presente!

 

Texto: Jornalista Laura Glüer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 1 =