IMESF – Trabalhadores e Trabalhadoras em estado de greve

Na terça-feira, 18/06, ocorreu mais uma mediação no TRT-4 sobre a situação dos trabalhadores e das trabalhadoras do IMESF. Os profissionais estão há 48 meses sem sofrer qualquer tipo de reajuste.

Durante o encontro, foi definido prorrogação do atual Acordo Coletivo de Trabalho até dia 31 de agosto de 2019. Também foi dado um novo prazo, até 28 de junho, para que o Comitê de Gestão da Prefeitura Municipal de Porto Alegre se pronuncie.

No final do dia, os trabalhadores e as trabalhadoras se reuniram em Assembleia Geral para tratar sobre as mediações do ACT. A atividade ocorreu em conjunto com outros sindicatos. Sergs, Sindisaúde-RS, Soergs e Sindacs-RS estiveram presentes. No encontro, os profissionais aprovaram a judicialização sobre a reposição salarial dos anos de 2017 e 2018, assim como das diferenças de 2016.

Sobre 2019, a categoria entrou em estado de greve até o dia 28 de junho, quando ocorre uma nova mediação no TRT. Os trabalhadores e as trabalhadoras esperam uma proposta da gestão. Depois da mediação, ocorrerá uma nova assembleia para definir os próximos passos, sem data definida ainda. Desde abril os profissionais estão mobilizados, tendo realizado já três atos de protesto.

Foto: SindiSaúde -RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois − 1 =