SERGS e demais sindicatos garantem pagamento dos salários de trabalhadores/as da Saúde de Canoas para hoje

 

Mais uma audiência de mediação aconteceu na manhã dessa sexta-feira, 07/12, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-4), em Porto Alegre. O SERGS e demais sindicatos representantes dos/as trabalhadores/as que laboram no Gamp e Gracinha, de Canoas, garantiram que o pagamento dos salários e vale-transportes referentes a outubro e novembro será feito ainda hoje, por depósitos online.

Dos R$ 12 milhões, repassados pelo município para o Gamp hoje, a maior parte – R$ 9,5 milhões – vai pagar os salários e os vale-transportes em atraso. O restante vai cobrir os custos com insumos e pagamento de terceiros. Funcionários/as que recebem até R$ 7 mil, terão seus salários pagos integralmente, conforme decidido na mediação.

Estêvão Finger parabenizou a luta dos/as trabalhadores/as pela greve, que foi suspensa ontem. Lembrou, porém que ela pode voltar a qualquer momento, caso o acordado não seja cumprido. O presidente do SERGS também reafirmou o compromisso do sindicato por serviços de saúde transparentes em relação ao recurso público, que paguem em dia os/as trabalhadores/as. “Sempre estaremos junto com a categoria dos/as enfermeiros/as. Todo o resultado positivo que atingimos é fruto da mobilização dos/as colegas e demais trabalhadores/as com seus sindicatos. Nosso posicionamento é de que a prefeitura de Canoas possa assumir diretamente a responsabilidade com os serviços de saúde prestados pelo Gamp ao município. Principalmente, deixando de terceirizá-los, como faz atualmente com o HPS, HU, CAPS e UPAs”, avaliou.

Novas audiências foram marcadas para os dias 10, 11 e 12 de dezembro, para continuar acompanhando a questão do pagamento dos salários dos/as servidores/as do Gamp e Gracinha, e tratar questões pendentes como férias atrasadas, 13º, FGTS e outras.

Além do SERGS, estavam presentes nesta audiência: o Sindisaúde-RS; o Sindifars; a advogada do Sinttargs; gestores do Gamp; procuradores do município de Canoas; representantes do Ministério Público Estadual; do Ministério Público do Trabalho; da Procuradoria Geral do Estado e da Vara do Trabalho de Canoas. A audiência foi mediada pelo desembargador Ricardo Carvalho Fraga.

A próxima assembleia com os/as trabalhadores/as do Gamp será às 14h, do dia 12/12, em frente ao HU, de Canoas.

 

Texto e foto: Juliana Leal

Jornalista DRT-DF 10.947/05

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − sete =