Greve dos profissionais da saúde de Canoas começa dia 05

Trabalhadores/as da área da saúde de Canoas decidiram, em Assembleia Intersindical realizada na noite de quinta (29/11), que entram em greve a partir das 8h, do dia 05. Profissionais contratados pelo GAMP – Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública e pela Associação Beneficente de Canoas (Gracinha) estão cansados de sofrer pelos constantes atrasos salariais. O SERGS, Sindisaúde-RS, Sindifars e Sinttargs reuniram centenas de profissionais de suas respectivas categorias, na frente do Hospital Universitário (HU).
Muitos dos/as trabalhadores/as ainda não receberam o salário de outubro e nem vale-transporte para irem trabalhar.  Alguns fizeram empréstimo para descontar em folha de pagamento e já receberam até aviso do SPC, porque não têm condições de pagar suas dívidas. A irresponsabilidade na gestão dos recursos públicos, por parte da GAMP e da prefeitura de Canoas, reflete-se também nas restrições no atendimento à população.
Estêvão Finger, do Sindicato dos Enfermeiros, diz estar apostando bastante no movimento grevista. Na avaliação do presidente do SERGS, a assembleia foi bem representativa, pois teve a adesão de vários serviços, não só do HU, mas do HPS de Canoas, do Gracinha, CAPS e UPAs.
Os sindicalistas afirmam que desde a última reunião realizada com o GAMP, no dia 27, não tiveram nenhum retorno em relação às reivindicações. Eles informam que será mantido rodízio entre os grevistas para garantir o percentual mínimo legal para o atendimento à população.
Juliana Leal Cardoso
Jornalista DRT-DF 10.947/05
Foto: Stefano Moura – Sindisaúde-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezoito =