SERGS presente no Congresso Extraordinário da CUT

O presidente do SERGS, Estevão Finger, participou de 28 a 31 de agosto, em São Paulo, do Congresso Extraordinário da CUT. O evento debateu principalmente o contexto político atual de retirada de direitos dos trabalhadores e o posicionamento da central sindical e de seus sindicatos filiados frente a este cenário.

Um dos pontos mais importantes foi a aprovação de uma resolução de apoio ao SUS 100% público, universal e estatal, contra qualquer tentativa de privatização ou terceirização de serviços.

Durante a programação, foi apresentada uma nova campanha da CUT, com objetivo de colher assinaturas para um Projeto de Lei de Iniciativa Popular para revogação da Reforma Trabalhista. O objetivo é colher mais de 1,3 milhão de assinaturas em todo país. Cada sindicato tem como meta coletar a assinatura de 50% de seus associados(as). O abaixo-assinado deverá ser encaminhado ao Congresso até novembro, antes da data em que entra em vigor a nova legislação.

Na semana em que o governo Temer pretendia abrir para exploração mineral uma grande área da Amazônia, a CUT também se posicionou aprovando resolução contra o Decreto 89404, classificando o mesmo como um ataque brutal ao futuro da humanidade e das áreas naturais no Brasil.

Na ocasião, também foram lembrados os 100 anos da primeira greve geral de trabalhadores. Para Estevão, com a participação de 600 delegados sindicais, além de participantes internacionais, o congresso apontou horizontes para a atuação da CUT.

 

Texto: Assessoria de Comunicação SERGS

Foto: Divulgação CUT RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + seis =