Em Santa Maria, SERGS participa da criação do Comitê Pró-abertura do Hospital Regional 100% SUS

O SERGS participou na segunda, dia 3, da criação do Comitê Pró-abertura do Hospital Regional de Santa Maria. O comitê foi lançado na Câmara de Vereadores do município, com a presença de agentes políticos, representantes de entidades e da sociedade civil em torno da mobilização para que este hospital entre o quanto antes em funcionamento e atenda 100% SUS. O projeto, estimado em R$ 50 milhões, teve suas obras concluídas em 2016 e está parado desde então.

“O hospital está pronto para funcionar há quase 300 dias e os poderes federal, estadual e municipal não chegam a uma definição sobre o seu funcionamento. O novo espaço qualificaria o atendimento na região e desafogaria a superlotação do Hospital Universitário de Santa Maria, além de evitar o transporte de passageiros para outras regiões”, alertou o presidente do SERGS, Estevão Finger. O hospital tem 213 leitos e poderia atender 1.900 internações e 8 mil consultas por mês.

Além de melhores condições de atendimento à população de toda a região, o presidente do SERGS também salientou no ato a geração de novos postos de trabalho na Enfermagem e em outras áreas. A expectativa é que cerca de 1.000 empregos sejam gerados com o funcionamento deste hospital, sendo 130 vagas para enfermeiros(as) e 250 para técnicos de enfermagem, o que é significativo neste momento de desemprego no país.

O SERGS defende que o atendimento no hospital seja 100% SUS, conforme o projeto original. Os poderes públicos pretendiam entregar o hospital para a iniciativa privada e o Conselho Municipal de Saúde de Santa Maria entrou com representação junto ao Ministério Público para garantir o atendimento público e gratuito.

Texto: Assessoria de Comunicação SERGS

Foto: Divulgação Câmara de Vereadores de Santa Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dois =