SERGS participa de Audiência Pública sobre a atual situação do Hospital Parque Belém

                Na última quarta (28), o SERGS esteve presente em Audiência Pública no Hospital Parque Belém para tratar da situação da instituição. Realizada pela Câmara de Vereadores, a reunião debateu alternativas para que o HPB volte a atender a comunidade. Na ocasião, os vereadores da Comissão de Saúde reforçaram seu compromisso com a saúde diante de um público que lotou a sala de reuniões do hospital, composto por trabalhadores (as) e membros da comunidade. O presidente do SERGS, Estêvão Finger, participou da mesa e reiterou a posição do Sindicato defendendo que o a Prefeitura Municipal de Porto Alegre realize uma intervenção no Hospital e assuma a gestão do HPB, e que ele seja disponibilizado 100% SUS para a comunidade – “O HPB conta com cerca de 200 leitos e cinco salas prontas para atender a população da zona sul, em nível de média e alta complexidade”, complementou.

                Outro tema abordado pelo SERGS diz respeito a situação dos profissionais demitidos após o fechamento do HPB, que não receberam seus valores rescisórios. Estevão lembrou a Gestão de que é necessário (as) não só o pagamento como um prazo para que isso ocorra, uma vez que todos os trabalhadores  demitidos possuem família e precisam sobreviver. Apesar do alerta e do apelo feito pelo Sindicato, nenhuma posição concreta sobre a situação dos trabalhadores (as) foi passada pela Mantenedora do hospital. Contudo, o SERGS reafirma que está cobrando medidas efetivas e verossímeis da atual gestão.

Texto e foto: Assessoria de Comunicação SERGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =